segunda-feira, 27 de abril de 2009

Pensamentos Dispersos...


Um vazio pode ser preenchido?
Mesmo um vazio tão grande?

Se fosse como um papel, poderia preenchê-lo com palavras...
Mas assim como as palavras deixam entrelinhas,
O tempo passa e não me completa totalmente.

É assim mesmo que deve ser?


Muitas vezes as coisas que faço para ficar bem, parecem subterfúgios, para fugir da constatação de que a felicidade plena, não pertence a este mundo.
Você irá procurá-la, assim como eu, mas, por favor, diga-me, se um dia encontrar.
O mesmo eu farei.
Os tempos de angústia parecem sempre mais duradouros...
As sensações de alegria e plenitude sempre mais fugazes.

É assim mesmo que deve ser?

Não há para onde fugir,
As dúvidas estão dentro de nós.
Nem sempre há forças para lutar...

Os amigos às vezes se afastam,
E a solidão se instaura, e às vezes se enraíza.
Os sonhos ficam cada vez mais distantes de nossa realidade...

A hipocrisia aparece.
As respostas desaparecem.
O vazio novamente cresce.

É assim mesmo?

Por que quanto mais eu conheço, mais dúvidas surgem?
É assim mesmo que deve ser?
E por que não me respondes?
Como faço para chegar mais perto de ti?

Seria tão mais fácil se soubesse os propósitos da minha existência,
Seria talvez mais fácil entender, o que de tão errado devo ter feito para estar aqui...
Será que tais propósitos existem, ou estamos aleatoriamente dispersos neste mundo?

Será que nossa própria inteligência e consciência são oriundas somente da evolução da própria matéria universal?

Somos filhos da inteligência e energia suprema, ou somente matéria evoluída ao acaso?

Até que eu entenda,

Amar-te-ei com todo meu ódio, e odiar-te-ei com todo o meu amor...
Pois estes sentimentos são reais, e eu posso distingui-los...


Hugo Roberto Bher.

15 comentários:

  1. adorei a simbologia do papel.
    hei-de reler.

    o convite foi enviado para o contacto que me indicou.

    Boas Reflexões!

    ResponderExcluir
  2. Nossa quanta pergunta!
    Não sei responder quase nenhuma, mas sei que vou continuar a tentar conhecer mais a cada dia ...
    Boa Quarta pra vc
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Hugo...
    Às vezes sinto que realmente a felicidade não existe...
    Às vezes me sinto só...
    Mesmo rodeada de pessoas...
    Também já senti que não pertenço a este mundo...
    Mas somos tão sensíveis...
    Que é este mundo que não nos pertence...
    Pessoas na maioria das vezes vivem mais com a razão...
    Nós somos mais emotivos...
    Vivemos abastecidos de beleza e sentimentos nobres...
    Mas tenha a certeza que é melhor sermos constituídos desses sentimentos nobres que na maioria das vezes não são enxergados por muitos...
    Do que sermos ocos e vazios...
    Lindo anoitecer!!!
    BJKS...
    Chrys
    ;)

    ResponderExcluir
  5. Essas contradições e contrapontos, jogos de palavras, sei lá, acho bonito, enriquece, é seco e direto... Tão seco que s se tranforma em algo sentimental excessivo e tão direto que se transforma em algo subjetivo!

    Paz mano!

    ResponderExcluir
  6. Obrigada, agradeço por teres gostado da minha história, mas ainda tem muito mais para ser contado...

    Também gostei do seu blog,
    e resolvi lhe seguir.

    Bjokas =*

    Kariny

    ResponderExcluir
  7. São indagações que eu mesma me faço todos os dias. Mas, tenha a certeza de esse texto é lindo, e você merece mil beijos.

    ResponderExcluir
  8. São tantos questionamentos q fazemos ao longo do tempo,para algumas perguntas encontramos a respostas,para outras não,


    bjs.

    ResponderExcluir
  9. Bela noite Hugo...
    Que bom que consegui fazer bem a você...
    Espero sempre estar aqui e deixar bons sentimentos...
    Belas palavras...
    Bom ter você em meu blog...
    BJKS...
    Chrys
    ;)
    "VOCÊ JA É UM AMIGO"

    ResponderExcluir
  10. Passando para desejar um otimo feriado e final de semana
    Abraços

    ResponderExcluir
  11. Se é assim msm para todos, não sei dizer, mas para os que tem alma de poeta é. As angústias, a linearidade da vida, a audição de gritos vazios nos fazem buscar algo que está além do alcance. E por mais que a falta do encontro pareça algo que nos mata, é a busca que nos faz viver...escreva!

    Bjs e obrigada pela visita. Está convidado a passear por minhas letras sempre!

    ResponderExcluir
  12. Olá..mto obrigada pela visita em meu blog.
    Volte sempre que desejar.

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Ando um pouco assim... Cheia de questionamentos...

    É assim mesmo que deve ser?

    As vezes, tudo que faço, parece não passar de fuga... Fuga...
    De mim, dos meus pensamentos, sentimentos e palavras...

    Adorei o teu blog.
    Me identifiquei com vc e com teus escritos.

    Tenha um ótimo final de semana, viu?

    Beijo meu...

    Fabricante...

    ResponderExcluir
  14. Belissimo teu texto...
    Alma de questionador...
    Isto encanta...
    O ser humano que se questiona e simplesmente não aceita, mostra-se unico...
    As respostas nem sempre chegam, mas isto não faz menos importante não questionar...

    Adorei teu canto...
    Parabens

    bjs

    ResponderExcluir