quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Versos para meu deus

Tu desfaz,
do tempo que me faz,
clamar por você.

Não tenho,
tempo para desdenho,
olhai meu caminho.

Estou vazio,
tanto tempo no frio,
força já perdi.

Olhos fundos,
entre vários mundos
não existe luz.

Meus versos,
em outros universos,
não seriam dispersos...
nem tão perversos...

tampouco, em dores imersos.

Hugo Roberto Bher
#O Poeta do Escuro

3 comentários:

  1. transpira inspiração... nos versos diz-se estar vazio, porém os versos são muito bem carregados de sentimentos, nada de vazio.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. O Marcelo disse tudo.....

    Ana Kriguer

    ResponderExcluir